fbpx

Problemas sexuais mais comuns no homem

Problemas sexuais mais comuns no homem

A sexualidade masculina apesar de ser bastante estimulada na sociedade moderna é pouco debatida, principalmente quando boa parte dos jovens garotos se educa sexualmente através de pornografia disponível na internet. Os homens não são educados para refletir sobre sua própria saúde sexual, e quando os problemas aparecem, a maioria fica sem saber o que fazer. Por isso hoje trouxemos quais problemas sexuais são mais comuns entre os homens, afinal se informar sobre isso é criar a possibilidade de procurar ajuda e melhorar.

  1. Diminuição na libido

Um dos primeiros sinais de que algo não vai bem na vida sexual é a diminuição do desejo sexual ou a dificuldade de sentir desejo. Nos homens a baixa libido gera problemas ainda maiores, pois tende a comprometer a capacidade e tempo da ereção. A falta ou diminuição no desejo pode advir de condições físicas como disfunção erétil ou problemas circulatórios e cardíacos, ou ainda de problemas emocionais como estresse e ansiedade. Para descobrir a origem do problema e receber o tratamento adequado é fundamental procurar um médico especialista em saúde masculina, o andrologista.

  1. Ejaculação precoce

O medo de muitos homens, a ejaculação precoce é o ato de alcançar o clímax em um curto período de tempo durante uma relação ou estímulo sexual. Quando a ejaculação ocorre em tempo inferior a 1 minuto já pode ser considerada como um quadro de ejaculação precoce. Apesar de poder ser um indicativo de doenças, a ejaculação precoce pode ocorrer em homens sexualmente saudáveis por fatores físicos ou emocionais, mas tendem a ser raras. Quando a freqüência se torna muita alta é aconselhável procurar um médico. Apesar de geralmente indicar problemas na ereção, doenças como ansiedade também podem levar a casos graves deste quadro.

  1. Disfunção erétil

Uma das mais comuns, é uma condição onde existe dificuldade de produzir e/ou manter uma ereção, podendo ocorrer devido doenças como problemas de circulação sanguínea no pênis ou por doenças psicológicas. Quando a disfunção se torna um quadro permanente, é chamada de impotência sexual. É necessário ressaltar que ao longo da vida é muito comum que o homem sofra de quadros esporádicos de disfunção erétil por fatores como cansaço, estresse e outros bem comuns e facilmente solucionáveis.

  1. Dificuldade para atingir o clímax

É a condição onde o homem apresenta problemas para alcançar o orgasmo mesmo na presença de desejo sexual, também conhecido como ejaculação tardia. É principalmente relacionada a fatores emocionais como inseguranças e ansiedade, porém algumas doenças que diminuem a sensibilidade peniana como diabetes, neuropatias e baixa de testosterona também estão relacionadas a este quadro.

Conclusão

O cuidado com a saúde sexual deve ser algo desvinculado de estereótipos sociais de falta de virilidade e masculinidade. Os homens precisam aceitar que não ter sempre o melhor desempenho sexual é algo natural e comum e se for necessário buscar ajuda médica, isso não deve ser encarado como demérito para sua reputação enquanto parceiro sexual. O corpo e a mente precisam estar saudáveis para que haja sexo de qualidade, então reconheça o problema se houver e procure tratamento adequado.

Tags: | | | | | | |

Sobre o Autor

0 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.